www.aeel.org.br home | fale conosco
 

Estatuto
Ficha de Inscrição
Informes AEEL
Informes Unergia
Acordos
Normas Eletrobras ACT
Você!
Saúde e Vida
Eventos
Galeria de Imagens
Jogos
Notícias
Processos Judiciais
Sistema Eletrobrás
Eletros
Link's Úteis
Balanço
Fale com a Aeel
Como Votar?
Eleições 2017


 

ÁREA RESTRITA

Para ter acesso ao sistema preencha os campos baixo:





 

 

Esqueci a senha

 


  Notícias
  O Conselho de Administração da Eletrobras aprovou uma mudança na estrutura de organização das suas distribuidoras de energia, criando o cargo de diretor-presidente para cada uma das unidades. Ao mesmo tempo, serão extintas as diretorias de operações locais.

Segundo a Eletrobras, a mudança terá como finalidade a “otimização da estrutura organizacional” da empresa e das subsidiárias.

“A reestruturação tem como foco o reforço da estrutura local, através da descentralização das atividades operacionais com expectativa de ganhos na qualidade do atendimento e dos serviços prestados".

O Conselho da Eletrobras aprovou ainda um aditivo ao acordo de acionistas feito com o governo do Amapá, permitindo que a estatal assuma a gestão executiva da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), mantendo a gestão compartilhada no conselho administrativo da distribuidora. A celebração do aditivo ainda está sujeita à aprovação dos órgãos competentes.


Assembléia de acionistas da Chesf votará OPA em 28 de julho

O Conselho Administrativo da Companhia Hidro-Elétrica do São Francisco (Chesf), subsidiária da Eletrobras, convocou uma assembléia de acionistas para 28 de julho, quando será votada a proposta de cancelamento do registro de companhia aberta da companhia, após o lançamento de uma oferta pública de aquisição (OPA) das ações da empresa.

Segundo a Chesf, apesar da condição de empresa de capital aberto, a companhia não tem ações negociadas na bolsa, nem tem a intenção de buscar recursos no mercado de capitais por meio da emissão de novas ações.

- Nesse sentido, as ações da Chesf apresentam baixa liquidez e não têm perspectiva de ter essa liquidez aumentada.

A OPA terá como objetivo a compra de 34.494 ações preferenciais, que representam apenas 0,0617% do capital social da companhia, composto de 55,9 milhões de ações.

“O preço a ser ofertado pelas ações será o preço justo das mesmas, conforme exige a legislação aplicável, ficando delegado à administração fixar o mesmo”.
  Fonte: http://www.monitormercantil.com.br/
  Data de Publicação: 15/07/2014
 
 

Associação dos Empregados da Eletrobras - Telefone /fax: (21) 3553-3501 / (21) 3553-3502
Copyright 2018 - Todos os direitos reservados a AEEL

Desenvolvido por AMANDY SOFTWARE